Massagem Desportiva, por que é necessário?

Qual é o primeiro gesto que você faz quando dá um golpe em qualquer parte do corpo? Seguro que frotarte com a mão por cima né? Sim, todos nós o fazemos. E o certo é que é um gesto primitivo, ato reflexo de nosso sistema nervoso parassimpático para reduzir ou aliviar a dor gerado por esse golpe A massagem desportiva é uma forma de massagem que envolve a manipulação de tecido mole para beneficiar uma pessoa dedicada à atividade física regular. A massagem desportiva é projetado para ajudar a corrigir os problemas e desequilíbrios no tecido mole que são causados pela atividade física repetitiva e cansativa, com ou sem trauma. O tecido mole inclui a pele, os músculos, os tendões, os ligamentos e a fáscia. A aplicação de massagem desportiva, antes e depois do exercício, pode melhorar o desempenho, a recuperação da ajuda e prevenir lesões A diferença da massagem terapêutica convencional, a massagem desportivo centra-se exclusivamente na atacar todos os aspectos fisiológicos que possam ocorrer no âmbito da actividade física ou desportiva, por que não necessariamente você tem que dedicar-se à competição para receber este tipo de massagem. A terapia de massagem desportiva está direcionada para atletas e esportistas de todo o tipo, desde profissionais de classe mundial até os corredores de fim de semana. Os detalhes da técnica de massagem desportiva são específicos para cada modalidade esportiva. No entanto, tem em comum a focalização em áreas do corpo que são estressadas e que recebem um "sobreuso" a partir de movimentos repetitivos e muitas vezes agressivos. Se você fizer exercícios intensos, de forma contínua, esta terapia vai ser a sua melhor aliada, proporcionando uma ótima recuperação e, portanto, um maior rendimento, e por outro lado, para evitar as possíveis lesões que possam ocorrer durante a atividade e que podem deixá-lo fora de jogo durante algum tempo. Para qualquer pessoa que mantém uma atividade física regular, a terapia de massagem desportiva a cada uma ou duas semanas pode ser uma grande adição à sua planing atual e, sobretudo, elevando o nível de saúde e prosperidade e longevidade esportiva. A melhor opção é entrar em contato com massagistas profissionais para encontrar um plano que funcione e se adapte melhor com o seu horário, nível de actividade e orçamento. Sem dúvida alguma, a mais saudável e eficaz maneira de reverter esses sintomas dolorosos é através da manipulação do próprio tecido. Ao massagear conseguimos os seguintes benefícios: Dependendo se nos encontramos no âmbito competitivo ou não, a massagem desportiva pode ou deve ser aplicada em três etapas ou fases: Massagem Pré-competição ou Antes do exercício Fase que se realiza normalmente a partir das 24h antes da atividade, até 15-30 minutos antes da mesma. Procuramos a preparação ideal da musculatura para o momento do esforço. Como objetivos principais: Massagem Pós-competição ou Depois do exercício Aplicaremos esta fase depois da atividade. Deixando uma margem de tempo de cerca de 45min-1h, quando a função neuromuscular está mais 'desligado' e, sendo assim mais eficaz a sua aplicação Massagem de Manutenção A fase de manutenção, que se realiza independentemente das outras duas anteriores, normalmente uma vez por semana, mas sou a favor de pelo menos 2, se o exercício físico é muito intenso e se você sai claro. Esta fase pode ser complementada fazendo pequenas sessões diárias de auto-massagem em casa, liberando áreas específicas como a planta do pé ou reforçando áreas mais suscetíveis a sobrecargas e tensões. (Eu recomendo 20min por dia antes de deitar). Sofrer dores realizando qualquer atividade esportiva é tão normal hoje em dia, que até se tornou uma espécie de "lei" – ..."se você fizer exercício, você tem que ter dores, se..." – e isso em termos biológicos, sem sentido algum... geralmente as lesões desportivas no sistema músculo-esquelético aparecem por sobreesfuerzos, por exercício sobre descompensaciones musculares e até mesmo, e esta para mim é a maior das causas, pela realização de exercício inadequado nessas descompensaciones. Entendendo que, em certas circunstâncias, ser aplicada a massagem pode ser complicado, por falta de tempo (normalmente, isso é uma desculpa), ou porque a falta de conhecimento anatômico e desconhece-se a técnica de massagem adequada para aplicá-la (isso se entende), ou simplesmente prefere despreocuparte de fazer isso e que um profissional cuide de forma regular (isto também se entende), e sem dúvida esta última será a melhor opção. Portanto, seja pelo motivo que for, se você fizer exercício físico continuamente, e mais ainda se é de maneira intensa, você deve fornecer massagem para manter um estado ideal do organismo. E ainda que te apliques de seu diário, nunca será melhor do que o que você forneça um massagista desportivo profissional, pois possuem os conhecimentos e habilidades técnicas necessárias com as que resolver de forma mais efetiva e segura todos esses problemas que possamos ter. Dr. Taylor Still