Os sucos de frutas têm mais calorias do que as que você acha

Muitas vezes cometemos erros em nossos hábitos alimentares, devido, em grande parte, à desinformação geral que encontramos neste campo. Um dos mais comuns é o de acreditar que tomar sucos de frutas traz a mesma carga nutricional que as peças frescas. Mas o certo é que, segundo os especialistas, a ingestão desses alimentos seja triturados ou de forma contínua, não provoca as mesmas reações em nosso organismo. Há anos que os popularmente conhecidos como smoothies (sucos de frutas) estão presentes em todas as revistas e meios dedicados à vida saudável e boa alimentação. Até as celebridades recomendam estes sumos, muitas vezes através de suas redes sociais e promovem diversas marcas dedicadas à fabricação e posterior venda no mercado. No entanto, alguns estudos indicam que não são tão saudáveis como podem nos fazer crer. Os sucos de frutas estão relacionados com a obesidade? Neste sentido, destaca-se a opinião da OMS, que relaciona o consumo de sucos de frutas com a obesidade. Conforme explica Manuel Moñino, graduado em Nutrição Humana e Dietética pela Universidade do País Basco e presidente do Comitê Científico da associação 5 ao dia, "Quando se bebe um copo de suco de laranja que você está tomando, muitas vezes, de um trago, o açúcar de três laranjas, alguns açúcares que são absorvidos muito rapidamente e provocam uma resposta metabólica diferente da que se dá quando você come uma laranja inteira. Além disso, por não ter fibra, não se dá sensação de saciedade: nunca nos tomaríamos três laranjas de golpe". E é ao espremer a fruta, grande parte da mesma fica preso no espremedor ou liquidificador, perdendo com isso a polpa, onde se encontra a maioria de seus nutrientes. Desta forma, o que consumimos é praticamente só o açúcar que está presente nestes alimentos. Para não falar dos sucos comerciais, cujos ingredientes são, em sua totalidade, artificiais, assemelhando-se aos refrigerantes como já te contamos em nosso artigo: Os riscos dos refrigerantes e sucos açucarados Os sucos de frutas comerciais possuem ingredientes que são artificiais, em sua totalidade, assemelhando-se mais aos refrigerantes. Por outro lado, com os sumos superamos a quantidade de frutas recomendada por dia, obtendo muita glicose. Além disso, não contam com o efeito saciante próprio da fruta. Quando comemos peças sólidas comemos certas fibras que se dilatam quando estabelecem contato com o líquido, criando uma forte sensação de saciedade. Além disso, o fato de mastigar promove esse efeito. De igual forma, ao tomar muitos sucos de frutas nos arriscamos a consumir um excesso de vitaminas, o que dá lugar a consequências negativas para o nosso organismo (hipervitaminosis). Por exemplo, uma quantidade de desorbitada de vitamina C pode favorecer o aparecimento de pedras nos rins. Tudo isso não quer dizer que os sucos de frutas naturais sejam prejudiciais ou que devemos eliminá-los completamente da nossa dieta. Consumi-los de forma ocasional não tem por que ser prejudicial, desde que dividamos as quantidades com cautela.